Observe o cartaz abaixo (eu encontrei em um site na internet, não sei onde foi veiculado):

Apostasia ou puro sensacionalismo?

Agora me diga: isso é apostasia, sensacionalismo cristão, tentar a Deus ou “marketing cristão”? O que se espera com um cartaz deste: promover Deus, o homem ou os milagres? (João 3:30). Qual o resultado de uma reunião (pois nem pode ter o nome de culto, uma vez que as pessoas que lá vão, estão interessadas no “produto” anunciado, não no Criador) como esta? O grande objetivo de Jesus ao entregar sua vida na cruz do Calvário é atingido?

Eu creio que Deus pode fazer tais coisas e mais. Eu mesmo sou testemunha disto uma vez que já fui curado pelo Senhor e, inclusive, já fui usado por Deus para operar milagres, curas e maravilhas. Me recordo que o primeiro milagre de cura, dentre tantos outros, que Deus operou através de minha vida foi a de um senhor que portava o vírus da AIDS. Foi liberto, curado e eu fui apenas um instrumento nas mãos de Deus, portanto jamais me vejo no direito de usar isso ou os tantos outros acontecimentos para me “promover”.

A ordem é clara: “Ide e pregai o evangelho por todo o mundo” (Marcos 16:15). Em momento algum o Senhor Jesus ordenou a seus discípulos a fazerem exibicionismos com o que lhes fora concedido (o poder para operar milagres e maravilhas) ao contrário, diz-nos a Bíblia que jamais devemos tentar a Deus (Mateus 4:7). O que pretendem, então, estes homens? Encher igrejas e fazer shows de exibicionismo? E as pessoas que la estiverem, o que ganham com isso? Uma cura, um milagre? E a salvação em Cristo, onde fica? É revoltante. Cada vez mais eu ouço Deus dizendo à igreja:

“Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.” Apocalipse 3:16