Recebi um questionamento acerca da postagem sobra a IURD, via comentários, dum tal de samuelsa:

“AMIGO DANILO, PORQUE CRITICAR?”

É evidente que não vou publicar o mesmo (precisa?), uma vez que quero responder ao questionamento aqui mesmo. Não somente para ele, mas para todos aqueles que vivem questionando a mesma coisa.

A bem da verdade é que o que eu faço aqui não são apenas críticas, pois se fosse somente isso eu me sentiria um frustrado. Meus textos vão mais além: minha real intenção é denunciar os abusos, enganos, falsas doutrinas, falsos ensinamentos e demais situações que tem tomado conta da Igreja como um todo. Tudo o que faço é baseado na Palavra de Deus. Não estou criando nada novo, somente mostrando, à luz das Escrituras, que estas coisas estão incorretas.

O povo, cada vez mais incauto, tem acreditado mais e mais nas baboseiras que se tem disseminado por aí. O costume bereano (Atos 17:10-11), de analisar à luz das Escrituras – e repudiar os enganos, tudo o que lhe é oferecido não tem sido nada atraente em nossos dias. É mais fácil e gostoso saborear os manjares do que contestar. Ainda que este esteja estragado e te conduza a um mal estar espiritual…

Não sou dono da verdade, mas pelo (pouco) conhecimento que tenho da Palavra e principalmente pelo zelo que tenho com as coisas de Deus, fico indignado com as aberrações que tenho visto no meio do povo de Deus. Assim como Esdras, que chegou inclusive a rasgar as vestes e arrancar os cabelos e a barba tamanho sua indignação ao ver o povo misturando o santo com o profano (Esdras 9), eu tenho orado ao Senhor por uma restauração e além, como dito anteriormente, uso deste blog para denunciar tais enganos. Sei que não vou mudar o mundo, sei que não sou um Lutero da vida. Sei também que ainda tenho muito que aprender. Mas acima de tudo creio no poder de Deus, no agir do Espíito Santo e que Deus tem separado para sí um povo santo e espero ser parte deste povo.

O que escrevo não escrevo para agradar a ninguém. Se se sente incomodado é porque o que você lê aqui está indo contra aquilo que você acredita. Daí fica a questão: o que escrevo está fora daquilo que Deus nos deixou e está registrado nas Sagradas Escrituras ou o que você tem crido está fora?

Se quer me refutar que o faça com base na Bíblia. Não baseado em teses humanas, não em costumes e tradições, mas na Palavra. Não venha com a ciência da “achometria” (eu acho isso, eu acho aquilo) ou com opiniões de líderes que se acham donos da verdade, mas que pregam mentiras de satanás levando o povo cada vez mais para longe de Deus.

No mais meu pedido e desejo é que aqueles que se dizem cristãos se voltem para Deus através da oração, da comunhã diária com Ele, através do estudo da Palavra e não aceite tudo o que se prega por aí sem antes verificar na Bíblia se o que te vendem como verdade é, de fato, verdade.

Que o Senhor tenha misericórdia de nossas vidas!

Anúncios

Acabei de ler isto:

“Nesta última quarta-feira, dia 11, realizou-se na Igreja Universal do Reino de Deus, à Reunião dos Filhos de Deus com o estudo sobre o livro do Novo Nascimento do Bispo Macedo, na oportunidade o Espirito Santo ressaltou sobre a importância de seguirmos os caminhos do Senhor Jesus, lendo o livro das páginas 19 à 23, cujo tema principal era a Conversão. O Espirito de Deus, através do Pr. Luciano relatou a todos, que devemos abandonar as imundices destes mundos, tais como pensamentos errados, de dúvidas, de incredulidades e fazer tudo aquilo que Jesus nos ensinou e tem ensinado, que jamais devemos ficar na “Janela” olhando para a vida dos outros, mas sim cuidarmos da nossa, conservando o nosso coração e a nossa salvação. Após esta mensagem foi realizada a Busca ao Espirito Santo em que muitas pessoas tiveram a oportunidade de consertar-se e começar uma nova vida. Acredito que a mensagem passada ontem, serviu para muitas pessoas que encontravam-se com a Fé um pouco morna, quase fria.” – grifos meus.

É curioso notar que, além de tantas outras aberrações, agora vemos também que aos poucos a Bíblia vai sendo abolida da Igreja Universal do Reino de Deus. Tudo bem que o tal livro, pelo que me parece, até que tem alguns fundamentos bíblicos. Mas isso me baseando pelo que o autor do texto supracitado diz. Mas vale lembrar que, por exemplo, Alan Kardeck utilizou-se das Escrituras para autenticar (ou querer autenticar!) o espiritismo.

Onde chegaremos?

Link para o texto original: http://adrianoliveira.wordpress.com/2009/02/12/uma-quarta-feira-memoravel/ – note o título da poastagem: “quarta-feira memorável” (???)

[update]Imediatamente após a publicação deste post o link original bem como o título do post foram alterados. Novo link: http://adrianoliveira.wordpress.com/2009/02/12/uma-quarta-feira-marcante/%5B/update%5D

Quem ainda não ouviu falar de tio Chico? Ele é simplesmente “o cara” – utilizando um jargão comumente usado quando se refere a uma pessoa que é tudo e mais um pouco. Já foi isso e aquilo e mais ainda. Fala e fala e fala, mas não prova nada. Se você já ouviu a testemunho dele, pode ter até se admirado pois tamanha é a convicção que demonstra em suas palavras. Se ainda não ouviu, NÃO PERCA SEU TEMPO e vá fazer coisas mais úteis, como orar, estudar a Palavra, ter um pouquinho mais de comunhão com Deus emfim, não ouça. Não vale a pena! Se ele estiver em sua cidade para alguma “apresentação”, será mais proveitoso você tirar o dia para passear com a família, visitar um parente distante e ficar longe, muito longe deste malandro.

Bom, não vou ficar escrevendo muito a respeito deste cidadão que não é digno de ser chamado cristão a não ser, claro, que de fato de arrependa de seus atos e se entregue a Cristo. Ai sim, terei o prazer de pegar em suas mãos e lhe chamar de irmão. Vou deixar um pequeno trecho de um texto que achei e que diz tudo. Não tenho mais nada a acrescentar, somente meu aval e total concordancia com o autor. O texto completo pode ser lido aqui: http://guerreirosdaluz.com.br/?p=148

“Quem assiste às piadas sem graça de programas como Zorra Total, A Praça é Nossa ou Show do Tom e conclui que o humor brasileiro vem padecendo de falta de criatividade precisa conhecer uma categoria nova de comediantes que atua em outras frentes. Padre Quevedo? Henri Cristo? Nenhum deles é páreo para o Pastor Francisco Vieira, que faz uma verdadeira romaria pelas igrejas evangélicas brasileiras narrando a saga do seu personagem mais famoso, o Ex-bruxo Tio Chico.

Para quem nunca ouviu falar no ex-bruxo Tio Chico, recomendo uma visita ao You Tube ou a aquisição, por R$ 25,00, de seus DVDs de testemunho. O preço é salgado, mas é riso garantido. Francisco teria nascido em 18 de setembro de 1960, estando no momento com 47 anos. Se os cineastas brasileiros fossem mais atentos, a sua vida renderia um longa-metragem capaz de deixar Steven Spielberg no chinelo. Forrest Gump não tem a mesma riqueza dramática.

Um truque ainda não desvendado é como Tio Chico fazia para sair do Brasil, só para atender aos caprichos da sua exigente mulher e, almoçar em Miami, e voltar no mesmo dia. Só para se ter uma idéia, o maior avião comercial do mundo, lançado após a era Tio Chico, chega a fazer 1.010 km por hora. De São Paulo a Miami, por exemplo, são 6.561 km. Para ir, sem escala, considerando o exato momento de embarque e desembraque da aeronave, Tio Chico e sua garota gastariam 13 horas para realizar este pequeno luxo. Considerando o passeio de táxi até o aeroporto, espera do vôo, revista, saída do aeroporto, entrada no restaurante, pedido e o ato de comer em si, no mínimo mais uma hora.

O maior troféu de Tio Chico é a apresentadora Xuxa, da Rede Globo (emissora que se valia de seus préstimos também). Ele garante que a Rainha dos Baixinhos realizou três pactos com o Coisa-Ruim, para se tornar famosa e rica. O generoso Tio Chico teria intermediado o negócio. Não se sabe quanto lucrou nesta transação.”

Vale a visita e leitura de todo texto. E você ai, vai ficar aceitando tudo que te ennfiam goela abaixo?

Oséias 4:6: “O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento…”

“A coisa tá feia, a coisa tá preta. Quem não for filho de Deus, tá na unha do capeta.”

Era mais ou menos assim que dizia a letra de uma “moda de viola” muita famosa antigamente – e olha que não sou tão antigo assim. E realmente a letra desta canção, diga-se de passagem secular, está mais atual que nunca. E eu me refiro, claro, à Igreja. (mais…)